quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

GIRO PELO MUNDO: Terremoto na Indonésia mata pelo menos 97 pessoas.





Um violento terremoto atingiu na madrugada desta quarta-feira a província indonésia de Aceh, matando pelo menos 97 pessoas e ferindo centenas de outras, segundo autoridades do país. O número de mortes deve aumentar, de acordo com as autoridades, enquanto as equipes de resgate realizam buscas em centenas de construções que ruíram na região.

"O número de mortos atualmente está em 97 pessoas. É ainda provável que ele aumente, mas nós acreditamos que o pior já passou", disse Tatang Sulaiman, chefe militar da área de Aceh, em entrevista ao Wall Street Journal.

O terremoto teve magnitude 6,5, a 92 quilômetros da capital provincial, Banda Aceh, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos. A região sofreu com um violento terremoto há 12 anos que gerou um grande tsunami. Nesta quarta-feira, não foi registrado nenhum tsunami, mas houve pelo menos 12 tremores secundários.

Porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho afirmou que o terremoto ocorreu pouco depois das 5h (hora local). Algumas pessoas conseguiram deixar suas casas, "mas ainda estava escuro e algumas pessoas estavam dormindo", relatou. Muitas pessoas ficaram soterradas entre os escombros, disse o porta-voz.

NOTÍCIAS DO BRASIL: Senador Garibaldi recebe irregularmente aposentadoria de R$ 20 mil, diz TCU.




O senador e ex-ministro da Previdência Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) vem recebendo irregularmente os proventos de uma aposentadoria como deputado estadual em seu Estado. A informação consta de um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), que avaliará a questão em julgamento previsto para esta quarta-feira, 7. 
De acordo com o jornal Estado de S. Paulo, o senador acumula o subsídio de congressista, de R$ 33.763, com a aposentadoria da Assembleia Legislativa do RN, de R$ 20.257. Os dois valores, somados, alcançam R$ 54.020 brutos. Para fazer jus ao benefício previdenciário, Garibaldi trabalhou 15 anos como deputado estadual, de 1970 a 1985.
No parecer, obtido pelo Estado, a corte de contas constata que a situação é ilegal, pois o senador não poderia estar recebendo acima do teto constitucional para o setor público, que já é equivalente à remuneração atual dos senadores. 

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

NOTÍCIAS DO BRASIL: Avião de Xuxa é atingido por raio e faz pouso de emergência.






Xuxa durante pouso de emergência no avião Reprodução/Facebook



Xuxa Meneghel passou por um susto na tarde desta segunda-feira (5). A apresentadora estava indo para Teresina, no Piauí, quando o avião onde ela estava foi atingido por um raio.
A apresentadora contou aos internautas no Instagram que a aeronave fez um pouso de emergência em Brasília.
Xuxa tranquilizou os fãs dizendo que todos passam bem.
Segundo a assessoria da apresentadora, ela está no aeroporto de Brasília aguardando um jato reserva para voltar ao Rio de Janeiro. Xuxa embarcou para participar da inauguração de mais uma Casa X (sua franquia de casas de festas infantis). Por conta do incidente, o evento foi cancelado.
Veja o vídeo publicado pela loira:
 

NOTÍCIAS DO BRASIL: Mulheres contam como é difícil sair de um relacionamento abusivo numa sociedade machista.

 
Essa pergunta veio à tona após a denúncia de censura no programa Altas Horas, da Rede Globo, feita pela jornalista maranhense Letycia Oliveira ao Portal Vermelho. Ela conta que foi convidada pelo programa para contar como superou a sua história de violência doméstica. As pesquisas indicam que a maioria das mulheres brasileiras já sofreram esse tipo de agressão.
A jornalista diz também que a produção ligou para ela dizendo que a entrevista não iria mais para o ar, por questões de segurança dela e da filha. “Eles não tinham noção de quão forte seria aquele depoimento, e mais, que aquilo poderia chocar mais do que as novelas”, diz.
Quando “um garoto do auditório me fez uma pergunta, a ‘clássica’, ‘por que a mulher volta pro agressor?’. Eu respondi que a mulher está só, muitas vezes depressiva, com a estima arrasada, e ama o agressor, ele pede desculpa, diz que vai mudar e você volta, e apanha de novo”.
jornalista feminista censurada altas horas
Letycia Oliveira no programa Altas Horas (Reprodução)
Praticamente as mesmas respostas dadas pela estudante de jornalismo Natália Belizário no site do Geledés. “Não podemos esquecer que relacionamentos abusivos não são marcados somente por violência física, mas também por violência psicológica”, afirma.
A secretária da Mulher Trabalhadora da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Ivânia Pereira, confirma o que elas dizem. “Vivemos numa sociedade onde quase tudo é proibido à mulher, inclusive trazer à tona a sua vida doméstica”.
Além disso, afirma a sindicalista, “em muitos casos a mulher sente medo e vergonha de denunciar o agressor”. Pereira diz ainda que a violência de gênero vinha sendo combatida de forma tenaz nos governos Lula e Dilma, “mas agora nos assombram retrocessos enormes”.
"É fundamental superar a cultura machista e conservadora, não apenas por parte dos juristas e legisladores. Há que se respeitar as conquistas democráticas e assim contribuirmos com a cultura do respeito e de uma educação libertária. A sociedade mudou, mas precisa se humaniza cada vez mais", afirma Ailma Maria de Oliveira, presidenta da CTB-GO.
Para Érika Pistere, secretária da Mulher da CTB-ES, ressalta a importância da aprovação da Lei Maria da Penha e da Lei do Feminicídio como formas de punir o agressor, mas ressalva a “falta de mais delegacias da Mulher, que elas funcionem 24 horas, em todos os dias da semana”.
Além disso, Piteres acredita na necessidade de se “trabalhar melhor as políticas públicas que facilitem a denúncia da violência e também se faça um trabalho de recuperação da autoestima das agredidas. E ainda as proteja”.
A colocação da sindicalista capixaba é confirmada pela história contada poro Kaique Dalapola no site ponte.org, onde ele relata a denúncia de uma jovem que foi assediada no cinema de um shopping em Recife e se viu obrigada a registrar a ocorrência com homens, sendo desrespeitada e aconselhada a desistir.
Já Piteres lembra da recente pesquisa do ActionAid Brasil, pela qual 87% das brasileiras relatam já terem sofrido assédio sexual na rua, no transporte público, no trabalho, entre outros locais.
 

NOTÍCIAS DO BRASIL: CULTURA - Gullar, uma viagem para a encantação.



 
Os versos, dos primeiros escritos pelo poeta, parecem se ajustar perfeitamente ao dia de hoje. Morreu o poeta Ferreira Gullar, aos 86 anos. Ele inicia agora uma viagem clara para a encantação.

Por Joan Edesson de Oliveira.

Escrevo com a sensação de que havia dois em um só. Havia um poeta, dos maiores do século vinte, e havia um homem cada vez mais amargurado que escrevia para jornais no início do século vinte e um.

Havia esse Gullar bilioso, autor de um texto rancoroso, de uma coluna da qual jorrava, em profusão, um ódio aparentado com a inveja. Esse Gullar parece ser aquele eleito para a Academia Brasileira de Letras, perfeitamente à vontade no seu embolorado fardão. No dizer da acadêmica Nélida Piñon, Gullar “estava feliz com o convívio acadêmico”, em conviver com aqueles, ainda segundo ela, que são “a elite intelectual do Brasil”. A julgar pelos últimos escritos de Gullar, pelo conservadorismo e pelo ranço elitista que escorriam das suas colunas, talvez fosse verdade mesmo. Talvez ele estivesse mesmo bastante satisfeito no convívio com intelectuais do porte de Fernando Henrique Cardoso, José Sarney e Merval Pereira, fina flor do pensamento nacional.

Mas havia outro Gullar, o poeta de verso poderoso, de lirismo devastador, que manejava a palavra feito dinamite como em “O poema sujo” ou “Dentro da noite veloz”. 

GIRO PELO MUNDO: Bolívia suspeita de irregularidades em avião acidentado na Colômbia.



DO G1.COM - 

 O avião da LaMia prefixo CP-2933 que caiu com a delegação da Chapecoense, modelo Avro RJ85, é visto em foto de arquivo de setembro de 2015 em Norwich, na Inglaterra (Foto: Matt Varley/Reuters)

O governo boliviano encontrou os primeiros sinais de irregularidades no funcionamento e nas operações do avião da LaMia que se acidentou na semana passada na Colômbia, deixando 71 mortos e seis sobreviventes, disse no domingo (4) o ministro boliviano de Obras Públicas e Transportes, Milton Claros.
"Encontramos indícios de possíveis descumprimentos de deveres, não cumprimento do controle interno, possível uso indevido de influência e omissão de denúncia", informou Claros a uma rede de mídias estatais. 
 Piloto Micky Quiroga (esq) com o copiloto Ovar Goytia (Foto: Reprodução/Facebook) 

NOTÍCIAS DO RN: Sob aplausos, população dá adeus ao volante Gil em Nova Cruz, no RN.




Carro com o corpo de Gil foi recebido sob forte comoção em Nova Cruz (Foto: Fred Carvalho/G1)


O corpo do volante potiguar Gil, um dos 71 mortos no trágico acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, que aconteceu na madrugada da última terça-feira (29), a caminho de Medellín, na Colômbia, chegou a Nova Cruz por volta das 17h deste domingo. A cidade fica a 93 Km de Natal, conta com 40 mil habitantes e é a terra dos pais e de parte da família do ex-jogador. Sob sol forte, milhares de pessoas se reuniram no ginásio Giovanna de Azevedo Targino, para se despedir do jogador. José Gildeixon Clemente de Paiva tinha 29 anos e deixa mulher e duas filhas, de cinco e três anos.
 Foto: Novo Jornal.
A morte do volante é sentida por toda cidade. Moradores penduraram lenços pretos nas casas em sinal de luto, e muitos carregavam fotos do jogador. No corpo de Geraldo Madureira, irmão de Gil e ex-jogador, a camisa do Chapecoense é exibida com orgulho: "Eu estou para ver um homem igual a ele, não existe. Ele é um exemplo, só fica a saudade", conta. Geraldo se emociona ao falar dos pais, de como receberam a notícia. "A maior dor da minha mãe foi não ter falado com ele a última vez que ligou, não ter dado a benção ao meu irmão, ele está inconsolável", se emociona.
Cortejo com o corpo de Gil chegou a Nova Cruz por volta das 17h (Foto: Andrea Tavares/G1)

O corpo do volante, que atuou entre outros clubes por Mogi Mirim, Ponte Preta e Coritiba, chegou ao estado às 13h30 em um voo de carreira. Ao chegar em Nova Cruz, o corpo seguiu para a casa dos pais do volante, conhecidos na cidade como Dona Nina e Seu Geraldo. O cortejo percorreu ruas da cidade, com muitos carros, motos e acompanhantes a pé. Ao chegar ao ginásio, foi recebido com uma salva de palmas. Segundo a Polícia Militar, 10 mil pessoas estiveram presentes. Entre elas, o Sr. Fernandes, que esperava desde 12h para dar o último adeus ao amigo de infância do filho. "Ele e meu filho jogaram juntos, ele sempre foi muito querido, vim me despedir", diz Fernandes. Também prestaram homenagens Robinho e Rafinha, ex-companheiros de Gil na época do Coritiba.
Os meias Robinho e Rafinha, do Cruzeiro, criaram fortes laços de amizade com o volante Gil durante a carreira. Robinho e Gil jogaram quatro anos juntos, e por dois anos dividiram o mesmo quarto na época do Mogi Mirim. "Gil me ensinou a ser um homem melhor, um amigo melhor, um pai melhor. Aprendi muitas coisas com ele e vou levar para o resto da vida. Sempre foi um cara muito humilde", declarou.
Rafinha também se emocionou ao falar sobre Gil. "Foi o melhor amigo que fiz no futebol. Em toda a minha carreira nunca conheci uma pessoa igual ao Gil. Éramos parceiros de quarto, concentrávamos juntos (no Coritiba), e costumava falar que ficava mais com ele do que com a própria esposa. Era um cara fantástico".
O meia Thiaguinho jogou com Gil na época do Mogi Mirim e lamenta a perda do amigo e recorda os ensinamentos adquiridos durante o período em que estiveram juntos no interior de São Paulo. "Um cara muito humilde, nunca vi no meio do futebol um cara com tamanha humildade, sempre pensando no próximo, sempre querendo ajudar. Todo mundo gostava dele. Sempre falava de Nova Cruz, respeitava a famílias e os amigos".

Foto: Globoesporte.com

domingo, 4 de dezembro de 2016

NOTÍCIAS DO RN: ULTIMAS NOTÍCIAS - Veja o cronograma do velório do Jogador Gil da Chapecoense em Nova Cruz.





O corpo do volante Gil, uma das vítimas da tragédia de Medellín, chega ao Rio Grande do Norte no início da tarde deste domingo (4). A previsão é de que o voo comercial que traz a urna com o corpo do jogador desembarque no aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, às 13h30.

O sepultamento do meia da Chapecoense está previsto para acontecer no fim da tarde, na cidade de Nova Cruz, a 90 quilômetros de Natal. As informações foram repassadas por familiares de Gil.

Confira todo o cronograma da despedida do jogador de 29 anos*:

13h30 – Chegada do voo comercial que trará o corpo de Gil ao estado no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. 

14h – Saída do cortejo em direção à Nova Cruz, na região Agreste. Um carro funerário fará o translado de 90 quilômetros. A viagem deve durar cerca de uma hora. Após chegar na cidade, o corpo será levado diretamente ao ginásio poliesportivo Giovanna de Azevedo Targino.

15h – Entrevista coletiva com a participação do representante de Gil, Marcel Camilo; da esposa do jogador, Valdécia Paiva; e dos jogadores Robinho e Rafinha, do Cruzeiro, e do ex-jogador Tiago, companheiro de Gil nas categorias de base do Mogi Mirim. A coletiva será concedida no local do velório.

15h30 – Abertura dos portões do ginásio poliesportivo para o público. Velório deve ter duração de uma hora.

sábado, 3 de dezembro de 2016

PARABÉNS NOVA CRUZ PELOS 97 ANOS DE HISTÓRIA...





Em 03 de Dezembro de 1919 Nova Cruz era elevada a condição de Município. Uma história quase centenária da maior cidade do Agreste Potiguar.
Segundo informações da Prefeitura Municipal, em virtude do Luto Oficial em memória do falecimento do Jogador Novacruzense, Gil (Chapecoense), não haverá festa social. No entanto, haverá a Missa em Ação e Graças na Igreja Matriz às 19h e 30 minutos.
Viva a terra da "anta esfolada, do urtigal e da Nova Cruz"!!!

NOTÍCIAS DO BRASIL: Abertura dos portões é tranquila para segunda edição do Enem.



 Resultado de imagem para enem
Praticamente um mês depois da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para a maioria dos inscritos, os candidatos que farão a prova neste final de semana dizem que já superaram a frustração com o adiamento.

Em todo o país, 277 mil pessoas tiveram as provas adiadas devido às invasões nas escolas que seriam utilizadas para a aplicação das provas. As ocupações ocorreram em protesto à PEC dos gastos públicos e contra a reforma do Ensino Médio.

Em Natal, um dos locais onde será aplicada a segunda edição do exame é o Colégio Marista, no Centro. Enquanto aguardava a abertura dos portões, Juliana Marques, de 40 anos, disse que a decepção inicial com o adiamento deu lugar à possibilidade de buscar uma preparação melhor.
 JulianaMarques
“É a primeira vez que estou fazendo o Enem, tenho 40 anos. No começo foi decepcionante pela expectativa, mas agora está valendo a pena. Contribuiu porque deu para estudar mais”, comentou otimista.